Morreu Vera Varela Cid, uma das fundadoras da Companhia Nacional de Bailado

Ministro da Cultura afirma que a professora de dança, que morreu no domingo aos 78 anos, "deixa um legado de valor inestimável"

A professora de dança Vera Varela Cid, uma das fundadoras da Companhia Nacional de Bailado (CNB), faleceu no domingo, aos 78 anos, na Casa do Alecrim, em São João do Estoril, disse hoje à agência Lusa fonte da família.

De acordo com a fonte, a antiga bailarina e fundadora da CNB - com Luna Andermatt, Pedro Risques Pereira e Armando Jorge - faleceu no domingo de manhã vítima da doença de Alzheimer.

O corpo de Vera Varela Cid encontra-se em câmara ardente numa das capelas da Igreja de São de Deus, junto à Praça de Londres, em Lisboa, onde se realizará hoje uma missa, às 14:30, seguindo depois o funeral, reservado à família, para o Cemitério dos Olivais.

"Deixa um legado de dedicação, profissionalismo e criatividade artística de valor inestimável, na história do bailado e das artes performativas em Portugal", afirma o Ministério da Cultura, que manifestou esta segunda-feira "o seu profundo pesar pelo falecimento da bailarina e fundadora da Companhia Nacional de Bailado (CNB), professora Vera Varela Cid", afirma o comunicado do gabinete do ministro João Soares, hoje divulgado.

Nascida em abril de 1937, em Lisboa, Vera Varela Cid foi estudar ballet com 14 anos para a Royal Academy of Dance, em Londres, apresentando-se nos anos seguintes em espetáculos realizados em Inglaterra e na França.

De regresso a Portugal, passou pelo grupo de bailado Verde Gaio, fundado em 1940 e extinto em 1977, ano em que foi criada oficialmente a CNB, por despacho do então secretário de Estado da Cultura David Mourão Ferreira.

Na CNB, Vera Varela Cid foi um dos seus elementos fundadores, a par de Luna Andermatt, Pedro Risques Pereira e o coreógrafo, cenógrafo e bailarino Armando Jorge, que viria a ser o primeiro diretor.

Além do trabalho na direção artística da CNB, Vera Varela Cid criou para a RTP, com Luna Andermatt, programas quinzenais sobre a história do bailado e os bastidores do espetáculo.

Depois da saída da companhia nacional dedicou-se inteiramente ao ensino da dança.

[Notícia corrigida: Dizia-se que Vera Valera Cid fora diretora artística da CNB, cargo que não exerceu]

Exclusivos