Morreu o compositor do hino estudantil "Amores de Estudantes"

Aureliano da Fonseca, antigo estudante e professor de Medicina na Universidade do Porto, morreu este domingo aos cem anos. Médico dermatologista trabalhou até aos 99 anos

Aureliano da Fonseca, antigo estudante e professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, e um dos símbolos maiores do movimento estudantil daquela instituição, morreu este domingo, dia 17, aos cem anos.

"Um Homem que fica para a Eternidade", afirmou o Reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, citado num comunicado da universidade. O autor do hino académico Amores de Estudantes, considerado o hino académico da Universidade do Porto, nasceu a 25 de fevereiro de 1915 e licenciou-se pela Faculdade de Medicina daquela universidade em 1940. Enquanto estudante, foi em 1937 um dos principais responsáveis pela reativação do Orfeão Universitário do Porto.

Começaria a dar aulas naquela faculdade em 1950, algo que fez até 1977. Médico dermatologista de profissão, exerceu até aos 99 anos. Terá sido o primeiro profissional do país a ser reconhecido especialista em dermatologia pela Ordem dos Médicos, dava ontem conta o jornal Porto24. A mesma fonte descreve-o como "pioneiro na prevenção de doenças venéreas e educação sexual".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG