Stephen King diz que sequela de 'The Shining' vai assustar

Stephen King, o mestre do horror, esperou 36 anos para completar a história de 'The Shining'. 'A história de Doctor Sleep' incide sobre a personagem de Danny, o miúdo do primeiro livro que já está adulto, e promete "assustar as pessoas", segundo o autor.

Stephen King revela um pouco sobre o seu novo livro, os seus desejos e perspetivas numa entrevista à Entertainment Weekly (EW). "Eu disse a mim mesmo: deixa-me ver se consigo voltar atrás e fazer tudo de novo. Queria voltar atrás aquela realidade estranha e assustadora".

O autor garante que não escreveu o livro por capricho ou para arrecadar mais uns trocos à custa da história que se tornou num fenómeno mundial após a adaptação ao cinema por Stanley Kubrick. "Eu gosto do livro, se não gostasse dele nunca o iria publicar", afirma.

Em 'Doctor Sleep', Dan Torrance é um homem já crescido que trabalha num hospício e usa os seus poderes psíquicos para ajudar os moribundos. Mas Danny fica obcecado em salvar uma menina que, tal como ele, também tem o 'shining', um poder psíquico que deriva do mal.

King sabe o que o espera e reconhece que os seus fãs são exigentes. "Aquelas pessoas estão agora nos seus quarentas e foram expostos a personagens como Freddy Krueger e Jason Voohees. Passou-me pela cabeça que eles possam ler o meu novo livro e pensar 'bem, isto não é assim tão assustador. Eu pensava que ele era um tipo assustador!'."

As boas notícias é que, nesta sequela as personagens originais mudaram e estão menos frágeis. "Agora não são alvos tão fáceis", conta o escritor à EW.

Danny pode ter sobrevivido ao seu pai e ao hotel assombrado, mas sabe que "existe mais sempre um demónio no armário". A sequela de 'The Shining' chega às bancas dia 24 de setembro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG