Prémio Portugal Telecom de Literatura é anunciado hoje

O autor português Valter Hugo Mãe está entre os finalistas da 11.ª edição do Prémio Portugal Telecom de Literatura, na categoria de romance, que será anunciado hoje, em São Paulo, no Brasil.

Vencedor do prémio em 2012, com "A máquina de fazer espanhóis", Valter Hugo Mãe regressou aos finalistas este ano com "O filho de mil homens", editado no Brasil, pela Cosac Naify.

Os outros três finalistas da categoria romance são os brasileiros Miguel Sanches Neto, com "A máquina de madeira", Daniel Galera, com "Barba ensopada de sangue", ambos editados na Companhia das Letras, e José Luiz Passos, com "O sonâmbulo amador" (Alfaguara).

O livro de Galera foi bastante elogiado pela crítica no Brasil, e teve o seu primeiro capítulo publicado pela revista britânica de literatura "Granta", na edição de novembro de 2012, intitulada "Os Melhores Jovens Escritores Brasileiros".

Na categoria poesia, os classificados são Paulo Henriques Britto, com "Formas do nada" (Companhia das Letras), Antonio Cícero, com "Porventura" (Record), Eucanaã Ferraz, com "Sentimental" (Companhia das Letras) e Angélica Freitas, com "O útero é do tamanho de um pulso" (Cosac Naify).

Os últimos quatro finalistas, na categoria conto/crónica, são os livros "A verdadeira história do alfabeto", de Noemi Jaffe (Companhia das Letras), "Essa coisa brilhante que é a chuva", de Cíntia Moscovich (Record), "O tempo em estado sólido", de Tércia Montenegro (Grua Editora), e "Páginas sem glória", de Sérgio Sant'Anna, (Companhia das Letras).

Desde o ano passado, o Prémio Portugal Telecom divide-se em três categorias - poesia, romance e conto/crónica - e inclui também um Grande Prémio, a atribuir entre os vencedores de cada uma das categorias.

Ao todo, para esta edição, inscreveram-se 450 autores, com obras publicadas no Brasil em 2012.

Os prémios em cada categoria têm o valor de 50 mil reais (cerca de 16 mil euros), assim como o Grande Prémio.

O anúncio será feito depois das 19:00 locais, 21:00 em Portugal Continental e Madeira.

A curadoria desta edição do prémio é formada pela consultora literária da Portugal Telecom, Selma Caetano, coordenadora, pelo poeta Antonio Carlos Secchin, que intervém na categoria poesia, o escritor Luiz Ruffato, para o romance, e pelo também escritor Marcelino Freire, na categoria conto/crónica.

Além dos curadores, participaram na seleção dos finalistas os autores e jurados André Seffrin, Cristovão Tezza, Italo Moriconi, João Cezar de Castro Rocha, José Castello e Leyla Perrone-Moisés.

Os protugueses António Lobo Antunes e Lídia Jorge e o moçambicano Mia Couto, que se encontravam entre os semifinalistas anunciados no início de junho, não se classificaram para a lista final do Prémio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG