Lisboa prepara-se para receber Festival de Arte Urbana

O Muro, o primeiro deste género em Lisboa, realiza-se no Bairro Padre Cruz entre os dias 30 de abril e 15 de maio, e pretende consolidar "Lisboa no panorama mundial da street art".

O Bairro Padre Cruz acolhe em maio o Muro - Festival de Arte Urbana, o primeiro deste género em Lisboa, que inclui também intervenções dispersas pela cidade, disse hoje à Lusa fonte da Galeria de Arte Urbana (GAU) da Câmara de Lisboa.

O festival, que decorre entre 30 de abril e 15 de maio, envolve criadores nacionais e estrangeiros, e inclui várias vertentes como "intervenção artística, debate, trabalho comunitário e associativo, pedagogia, divulgação, cinema, edições e, ainda, música, animação de rua, teatro, marionetas, bike trial e paintball.

De acordo com a mesma fonte, "trata-se de uma vasta programação que envolve a comunidade de arte urbana, a população do bairro, da cidade e os seus visitantes".

A GAU, que organiza o festival em parceria com a Junta de Freguesia de Carnide, convidou para curadores do festival "um conjunto de agentes culturais ligados ao universo da arte urbana", como os responsáveis pela plataforma Underdogs, Vhils (Alexandre Farto) e Pauline Foessel, a responsável, entre outros, pelo festival Wool e a iniciativa Lata65, Lara Seixo Rodrigues, um dos organizadores do Seminário Internacional de Arte e Criatividade Urbana de Lisboa, Pedro Soares Neves, o responsável pela loja e galeria Montana, Miguel Negretti, o graffiter Pariz One e a mentora do projeto LumiARTE, Ana Vilar Bravo.

A GAU pretende que este festival "consolide o trabalho que vem sendo desenvolvido nos últimos anos, de afirmação de Lisboa no panorama mundial da street art, através da criação de um novo núcleo de trabalhos que marcará a renovação da intervenção artística no espaço público da cidade".

O Bairro Padre Cruz foi escolhido para acolher o festival "por reunir uma série de condições urbanísticas, arquitetónicas e logísticas, bem como um diversificado tecido social e massa associativa, que se revelaram particularmente favoráveis à concretização da iniciativa".

A programação do festival será apresentada na quarta-feira, pelas 12:00, no Centro Cultural de Carnide, situado no Bairro Padre Cruz. A apresentação conta ainda com uma visita ao bairro, e, ao longo do dia, a realização de uma peça de arte urbana por um artista local, na fachada do edifício sede do Clube de Futebol Os Unidos, na Avenida Professor Francisco da Gama Caeiro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG