Veja Noel Gallagher a cantar com os U2 em Londres

O grupo irlandês está a celebrar os 30 anos de "Joshua Tree". Na primeira apresentação em Londres, ontem, também tocaram "Don't Look Back in Anger"

Os U2 chegaram a Londres com o concerto que celebra os 30 anos de Joshua Tree e, na primeira apresentação, convidaram Noel Gallagher, dos Oasis, para interpretar Don't Look Back in Anger. No final, Gallagher dedicou a canção "às pessoas de Manchester", recordando o atentado ocorrido a 22 de maio naquela cidade, num concerto de Ariana Grande.

Este tema tinha já sido interpretado por Liam Gallagher e Ariana Grande no concerto de homenagem às vítimas do atentado e tornou-se uma espécie de hino contra o terrorismo.

Veja o momento em que Noel Gallagher e os U2 tocam juntos:

O disco que os U2 lançaram a 9 de março de 1987 inclui temas incontornáveis do grupo como Where the Streets Have No Name, I Still Haven't Found What I'm Looking For ou With or Without You. Foram vendidas 25 milhões de cópias e o sucesso deste disco transformou os U2 numa das bandas que enchia estádios um pouco por todo o mundo. Para celebrar os 30 anos do disco, os U2 anunciaram em janeiro uma digressão com 25 concertos.

Noel Gallagher e os High Flying Bird estão a fazer a primeira a primeira parte da digressão do U2 no concertos no México, na América do Sul e na Europa. O grupo irlandês apresenta Joshua Tree este fim-de-semana (ontem e hoje) no Twickenham Stadium, em Londres, seguindo depois para Berlim (Alemanha), Roma (Itália), Barcelona (Espanha), Dublin (Irlanda), Paris (França), Amesterdão (Holanda) e Bruxelas (Bélgica). Em setembro, a digressão prossegue no continente americano.

Ler mais

Premium

robótica

Quando os robôs ajudam a aprender Estudo do Meio e Matemática

Os robôs chegaram aos jardins-de-infância e salas de aula de todo o país. Seja no âmbito do projeto de robótica do Ministério da Educação, da iniciativa das autarquias ou de outros programas, já há dezenas de milhares de crianças a aprender os fundamentos básicos da programação e do pensamento computacional em Portugal.

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...