Tremor. Julianna Barwick, Black Mountain e Suuns a caminho

Festival açoriano lançou os primeiros nomes. Entre os portugueses, Capitão Fausto e Zeca Medeiros

A terceira edição do Tremor regressa a São Miguel, Açores, de 15 a 19 de março. Com epicentro em Ponta Delgada, alastra depois a outros espaços da ilha. A organização acaba de avançar com os primeiros nomes. Os norte americanos Black Mountain, os Suuns e a etérea Juliana Barwick aterram na ilha, numa parceria com o festival holandês Le Guess Who?

Black Mountain:

Suuns:

Juliana Barwick:

Entre os portugueses, Capitão Fausto, Kilimanjaro, Equations e, a jogar em casa o rock dos The Ultimate Love Gang e, noutro registo, o veterano Zeca Medeiros.

The Ultimate Love Gang:

Equations:

Zeca Medeiros:

Os bilhetes já estão à venda e custam 20 euros até 15 de março, 25 nos dias do festival. O Tremor é coorganizado pela YUZIN- Agenda Cultural do Grupo Oriental e pela editora portuense Lovers & Lollypops

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.