Quadro de Domingos Sequeira vai hoje para "o lugar certo"

A campanha de angariação de fundos "Vamos colocar o Sequeira no lugar certo" acumulou cerca de 745 mil euros

O quadro "A Adoração dos Magos", do pintor português Domingos António Sequeira (1768-1837), comprado com fundos angariados numa campanha pública, vai ser hoje colocado "no lugar certo", do Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa.

De acordo com o museu, a tela - cuja campanha pública tinha como título "Vamos colocar o Sequeira no lugar certo" - será hoje colocada às 12:00, na nova exposição permanente de pintura e escultura portuguesa, que é inaugurada na quinta-feira.

O Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) indica, num comunicado, que o restauro da obra "acaba de ser finalizado" pelo Departamento de Conservação e Restauro daquela instituição, onde o quadro se encontrava na sequência da aquisição da peça, em abril.

A campanha pública de angariação de fundos para comprar "A Adoração dos Magos" atingiu um total de 745.623,40 euros, ultrapassando largamente os 600 mil euros necessários para a aquisição, tendo o museu já anunciado que o excedente será utilizado na compra de outra obra de arte, de valor cultural correspondente.

Esta foi a primeira campanha em Portugal de angariação de fundos para a aquisição de uma obra de arte para um museu público, e contou com a contribuição de milhares de cidadãos, a título individual, instituições, empresas, fundações, escolas, juntas de freguesia e câmaras municipais.

Lançada em outubro do ano passado, a campanha "Vamos pôr o Sequeira no Lugar Certo" tinha como objetivo ajudar o museu a adquirir a obra de Domingos Sequeira, pintada em 1828, da qual o MNAA possui o desenho final e vários preparatórios.

A tela faz parte da série "Palmela", com quatro pinturas religiosas, e o MNAA possui, na sua coleção, os desenhos preparatórios de estudo de todas elas, mas não os respetivos óleos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).