Prémio Europa Nostra para projeto SOS Azulejo

Os prémios especiais foram anunciados pela organização numa cerimónia em Atenas, na Grécia. Portugal tinha quatro projetos entre os 30 já distinguidos e também candidatos aos grandes prémios.

"É a primeira vez que Portugal obtém um grande Prémio Europa Nostra", sublinhou o presidente do CNC, representante em Portugal daquela entidade, numa mensagem enviada à agência Lusa. Para Guilherme d"Oliveira Martins, o prémio "é o reconhecimento da importância do Projeto SOS Azulejo pela sua função preventiva e educativa na salvaguarda do património cultural".

O projeto português SOS Azulejo, dedicado à salvaguarda e valorização do património azulejar português e coordenado pelo Museu da Polícia Judiciária, foi distinguido com um prémio especial. "A doutora Leonor Sá [responsável pelo projeto] e a sua equipa estão de parabéns! O CNC saúda especialmente este justo grande prémio", sublinhou o responsável.

O projeto português SOS Azulejo, dedicado à salvaguarda e valorização do património azulejar português, era um dos quatro projetos candidatos de Portugal, nas áreas de conservação, contribuição e educação. Os outros eram os restauros do Liceu Passos Manuel, em Lisboa, e do chalet da condessa de Edla, em Sintra, e a Fundação Ricardo Espírito Santo. Ainda na lista dos prémios especiais figuram o projeto de conservação do porto de hidroaviões de Talin (Estónia), a restauração do palácio Strawberry Hills em Twickenham (Reino Unido), o projeto de promoção de arte e de cultura da parte oriental da Alemanha e a restauração das máquinas da cervejeira Wielemans-Ceupens em Bruxelas. Os sete vencedores dos galardões especiais vão receber, respetivamente, um prémio pecuniário de 10 mil euros.

Os Prémios Europa Nostra do Património Cultural da União Europeia (UE) foram criados em 2002, fazendo parte da aplicação do Programa Europeu Cultura, e são atribuídos anualmente pela Federação Pan-Europeia para o Património Cultural Europa Nostra sob a égide da Comissão Europeia. Os prémios estão distribuídos em quatro categorias do património cultural: Conservação, Pesquisa, Contribuição exemplar de um indivíduo ou organização, e Educação, formação e sensibilização.

Exclusivos