Pode não haver Nobel da Literatura também em 2019

Não há garantia de em 2019 haver a atribuição do Prémio Nobel da Literatura. É o que diz o diretor executivo da Fundação Nobel.

Os escândalos que abalaram o comité da Academia Sueca responsável pela atribuição do Prémio Nobel da Literatura fizeram mais estragos dos que terem anulado a escolha de um escritor para receber o galardão este ano. Ontem, o diretor executivo da Fundação Nobel, Lars Heikensten, admitiu que o mesmo poderá acontecer em 2019.

Para Lars Heikensten é necessário que a Academia volte a ter credibilidade e para tal acontecer é necessário mais tempo. Foi o que afirmou ao revelar que "o Prémio só será entregue quando a Academia Sueca voltar a ter a confiança e para isso é necessário mais tempo para que o processo de escolha seja o correto".

No decurso destas afirmações, Lars Heikensten considera, em declarações à Rádio Sueca, que "2019 não é a data limite" e que pode demorar mais do que o previsto a escolha de um escritor para receber o mais importante prémio literário do mundo.

O escândalo que atinge o júri relativo à escolha do Prémio da Literatura teve início em novembro quando o jornal Dagens Nyheter publicou várias denúncias de 18 mulheres que alegam ter sido assediadas e abusadas sexualmente pelo marido de um dos elementos do júri, na sequência das denúncias da campanha #MeToo campaign. Seis membros demitiram-se no seguimento e a própria secretária Sara Danius o fez, eliminando o quorum necessário para que o júri funcione.

Ler mais

Exclusivos