Periferias - o festival de todas e quaisquer artes

Música, marionetas, exposições e tertúlias são algumas das ofertas que este festival tem

Sintra vai acolher, pela quinta vez, o festival de artes performativas Periferias, que decorre entre os dias 1 e 13 de março.

Promovido pela Associação Cultural Chão de Oliva, este festival tem uma ideologia diferente de outros festivais pois junta teatro, exposições, música ao vivo, workshops, tertúlias, animações de rua e até feiras do livro.

O palco principal deste festival é a Casa de Teatro de Sintra que (quase) todas as noites receberá espetáculos de múltiplas nacionalidades e de diversos estilos. No dia 2 este espaço receberá a peça Hamlet talvez do português João Garcia Miguel; já no dia 3 é a vez do Grupo de Teatro do Oprimido de Bissau apresentar ao público Sintadu, e no dia a seguir chegam os Netos de Bandim com Dança Tradicional. Depois Portugal volta a estar em evidência com Pelos Cabelos do Teatro de Marionetas do Porto, no dia 5; dia 6 é dia de conhecer Uma Menina Bem Guardada pelo Baal17. Nos Tempos De Gungunhana de Moçambique, é a proposta de dia 9 de março e no dia 10 viajamos até Cuba para El Deseo Macbeth. O Violinista de São Tomé e Principe (dia 11), O Dia Antes de Portugal (12) e Say Hello Para o Futuro do Brasil, fecham os restantes dias do festival.

Paralelamente ao grande palco da Casa Teatro de Sintra, haverá o Espaço Periferias que recebe a Feira do Livro e promove conversas com autores; já no Legendary Café, poderemos assistir às performances Entrevista de Emprego (dia 3), Julie (dia 3) e Os Poetas (dia 10) e aos concertos de UNO (dia 2) e Acrobatas do Circo (dia 9). A 5 e 6 de março teremos O Circo Mais Pequeno do Mundo, e nos dias 12 e 13 Agostinho e Felicidade visitam o Palácio da Vila. Finalmente, o Museu de Artes de Sintra terá, durante todo o festival, a exposição Trajes da Dança Tradicional da Guiné-Bissau e nos dias 2, 3 e 4 haverá um workshop de Marionetas.

O Periferias ocorre entre os dias 1 e 13 de março, com os bilhetes para os espetáculos na Casa de Teatro a terem o preço de 5 euros.

Exclusivos