Paula Rego distinguida com Medalha Municipal de Honra pela Câmara de Lisboa

Paula Rego, de 81 anos, nasceu em Lisboa mas radicou-se em Londres

A pintora Paula Rego vai ser distinguida na quinta-feira com a Medalha Municipal de Honra da cidade pela Câmara Municipal de Lisboa (CML), numa sessão que decorrerá no Museu Bordalo Pinheiro, anunciou hoje o município.

A medalha vai ser entregue à artista numa cerimónia marcada para as 11:00, pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, antes da inauguração de uma exposição naquele museu, situado no Campo Grande.

De acordo com a autarquia, a distinção da artista com a Medalha de Honra da Cidade foi aprovada por unanimidade pelo executivo municipal de Lisboa.

"A sua longa produção artística dilui as hierarquias e a diferenciação entre a arte erudita e a popular, entre as belas-artes e as artes aplicadas, comunicando com o passado, pela via das suas habitualmente díspares fontes artísticas, mas abrindo-se sempre ao presente pela sua voz crítica e socialmente interventiva", segundo o texto da proposta aprovada pela CML.

A mostra que inaugura na quinta-feira na sala de exposições temporárias no Museu Bordalo Pinheiro intitula-se "Diálogos Imaginados, Rafael Bordalo Pinheiro e Paula Rego".

Comissariada por Pedro Bebiano Braga, esta exposição coloca em diálogo a obra dos dois artistas portugueses, procurando salientar como o trabalho de Rafael Bordalo Pinheiro (1846-1905), desenhador humorista e ceramista, se encontra referenciado na narrativa pictórica de Paula Rego.

Paula Rego, 81 anos, nascida em Lisboa, estudou na Slade School of Fine Art, em Londres, onde frequentou o curso de pintura entre 1952 e 1956, e onde veio a conhecer o marido, o artista britânico Victor Willing (1928-1988).

Radicada em Londres, Paula Rego foi distinguida em 2010 pela rainha Isabel II com o grau de Oficial da Ordem do Império Britânico, pela sua contribuição para as artes.

Ler mais

Exclusivos