Neil Diamond cancela digressão devido a doença de Parkinson

Cantor abandona os palcos mas espera continuar a gravar álbuns nos próximos anos

O cantor Neil Diamond cancelou a digressão prevista para março na Austrália e Nova Zelândia por conselho médico, depois de ter recebido o diagnóstico de doença de Parkinson.

A meio da tournée que assinala os 50 anos de carreira, Diamond informou em comunicado que é com "grande relutância e desilusão" que abandona os palcos.

O cantor, que faz na quarta-feira 77 anos, espera conseguir continuar a gravar álbuns de estúdio nos próximos. "Planeio continuar ativo na escrita, gravações e outros projetos ainda por muito tempo. O meu agradecimento vai para as minhas leais e dedicadas audiências por todo o mundo", refere o comunicado. "Terão sempre o reconhecimento da minha parte pelo vosso apoio e encorajamento".

Neil Diamond, que se celebrizou com temas como Sweet Caroline ou Love On The Rocks, vendeu até ao dia de hoje mais de 130 milhões de álbuns em todo o mundo. O diagnóstico com doença de Parkinson, assinala no website, "tornou difícil viajar e atuar em grande escala".

Nas redes sociais, fãs e outros cantores reagiram à notícia lamentando a reforma antecipada de Diamond. "Estou a torcer por ti Neil! Continua a lutar", escreveu Barry Manilow. Nancy Sinatra também pediu ao cantor que continue a lutar. "Ainda tens um longo caminho pela frente", acrescentou no Twitter.

Ler mais

Exclusivos