Morreu o violoncelista da banda portuguesa Os Corvos

Cláudio Panta Nunes fazia parte da banda Os Corvos há nove anos. Tinha 32 anos

O violoncelista Cláudio Panta Nunes, da banda portuguesa Os Corvos, morreu este domingo, aos 32 anos, de cancro.

A notícia foi anunciada pela banda na página oficial na rede social Facebook e confirmada ao DN pela agência do grupo.

"É com grande consternação e tristeza que informamos que faleceu hoje o nosso querido Violoncelista Cláudio Panta Nunes vítima de doença. Agradecemos eternamente o tempo que pudemos conviver com ele, que será sempre lembrado pelo profissionalismo, competência e grande amizade", pode ler-se na publicação.

O funeral do músico realiza-se na terça-feira em Almoçageme, Sintra, disse à Lusa fonte da empresa de agenciamento.

Cláudio Panta Nunes fazia parte da banda Os Corvos há mais de nove anos, mas nos últimos meses estava afastado dos palcos por razões de saúde.

Natural de Sintra, o músico estudou trompete na Sociedade Recreativa e Musical de Almoçageme e prosseguiu os estudos no Conservatório Nacional, onde transitou para violoncelo, e na Escola Superior de Música de Lisboa.

Os Corvos surgiram em 1998 e integravam atualmente Pedro Teixeira Silva (violino), Tiago Flores (violino), Luís Santos (viola d'arco), Cláudio Nunes (violoncelo), Pedro Silva (bateria) e Nuno Correia (baixo).

Têm vários álbuns editados, entre discos de versões e originais, entre o quais "Corvos visitam Xutos" (1999), "Post Scriptum" (2001), "Medo" (2010) e "Corvos convidam" (2015).

Com Lusa

(notícia atualizada às 18:43, com detalhes do funeral de Cláudio Nunes)

Ler mais

Exclusivos