Morreu Maria Helena Rocha Pereira

Especialista em estudos clássicos tinha 91 anos.

Maria Helena Rocha Pereira, especialista portuguesa em Estudos Clássicos, morreu esta segunda-feira. As cerimónias fúnebres decorrerão amanhã, terça-feira, às 15.00, na Igreja da Lapa, no Porto.

Maria Helena da Rocha Pereira, natural do Porto, licenciou-se e doutorou-se em Estudos Clássicos na Universidade de Coimbra, em 1956, com a tese Concepções helénicas de felicidade no além: de Homero a Platão. Foi a primeira mulher doutorada naquela universidade e foi também a primeira professora catedrática na Universidade de Coimbra.

Numa entrevista a Anabela Mota Ribeiro, publicada no suplemento DNa, do Diário de Notícias, em 2003, lembrava esse momento: "Tenho gosto em tê-lo feito. O meu doutoramento foi o primeiro de uma senhora numa universidade que tinha 666 anos, na altura. Eu queria atingir essa meta, indispensável para poder continuar e para ensinar. Gosto muito de ensinar."

Especializou-se na Universidade de Oxford. Publicou mais de 300 livros e artigos, em Portugal e no estrangeiro. Entre as suas obras mais conhecidas estão os dois volumes dos Estudos de História da Cultura Clássica.

Em sua honra a Fundação Engenheiro António de Almeida criou o prémio "Doutora Maria Helena da Rocha Pereira", que visa galardoar uma tese de doutoramento em Estudos Clássicos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Maria Helena Rocha Pereira recebeu o prémio Vida Literária em 2010

Foi várias vezes premiada, por exemplo em 1989 com o prémio P.E.N. Clube Português de Ensaio pela obra Novos ensaios sobre temas clássicos na poesia portuguesa ou em 2006 com o Prémio Trofeu Latino, da União Latina.

Em 2010, Maria Helena Rocha Pereira recebeu das mãos do Presidente da República, Cavaco Silva, o Prémio Vida Literária, atribuído pela APE - Associação Portuguesa de Escritores.

Ler mais