Morreu a lenda do rock'n'roll Fats Domino

Domino levou um pouco do estilo "boogie-woogie" de Nova Orleães para o rock'n'roll

O artista norte-americano Fats Domino, uma lenda do rock'n'roll, morreu na terça-feira. Tinha 89 anos.

Natural de Nova Orleães, Domino levou um pouco do estilo "boogie-woogie" da cidade dos blues para o rock'n'roll e gravou com nomes como os Beatles ou Elvis Presley.

O pioneiro do rock vendeu mais de 60 milhões de discos, Recebeu um Grammy de carreira em 1986 e tinha o seu nome no Rock and Roll Hall of Fame.

"Não sei pôr isto de forma melhor, ele é uma lenda viva entre nós em Nova Orleães", disse a cantora Irma Thomas ao New York Times em 2007. "Entre ele e o Louis Armstrong, foram os primeiros grandes nomes a pôr-nos no mapa."

Entre os êxitos mais conhecidos de Domino estão canções como "Blueberry Hill", "Ain't That A Shame" e "I'm Walking To New Orleans".

Antoine 'Fats' Domino nasceu em Nova Orleães a 26 de fevereiro de 1928, um de nove irmãos. Aprendeu piano com um cunhado, o que contribuiu para o estilo que misturava o som clássico de Nova Orleães com blues, country e música Cajun.

Uma das suas últimas aparições públicas fora de Nova Orleães foi em 2015, para cantar "Amazing Grace" no funeral de B.B. King.

Ler mais

Exclusivos