Meryl Streep junta-se ao elenco de apresentadores dos Óscares

Meryl Streep está nomeada pela vigésima vez para na categoria de melhor atriz, com "Florence, uma diva fora de tom"

A atriz Meryl Streep foi incluída na lista de apresentadores da cerimónia dos Óscares, que tem lugar no domingo, anunciou na sexta-feira a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos

Meryl Streep - nomeada pela vigésima vez para na categoria de melhor atriz, com "Florence, uma diva fora de tom"- esteve em destaque, no mês passado, pelo discurso que proferiu nos Globos de Ouro.

A atriz criticou Donald Trump, sem sequer mencionar o seu nome, pela retórica de desunião, durante a entrega dos prémios de cinema e televisão, menos de duas semanas antes da tomada de posse do magnata como Presidente dos Estados Unidos.

Outros apresentadores da gala, anunciados na sexta-feira, incluem Ryan Gosling, Taraji P. Henson, Jennifer Aniston, Warren Beatty e Matt Damon.

A 89.ª cerimónia de entrega dos Óscares vai ter como anfitrião Jimmy Kimmel.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

Compreender Marques Mendes

Em Portugal, há recorrentemente espaço televisivo para políticos no activo comentarem notícias generalistas, uma especificidade no mundo desenvolvido. Trata-se de uma original mistura entre comentário político e espaço noticioso. Foquemos o caso mais saliente dos dias que correm para tentar perceber a razão dessa peculiaridade nacional. A conclusão é que ela não decorre da ignorância das audiências, da falta de especialistas sobre os temas comentados, ou da inexistência de jornalistas capazes. A principal razão é que este tipo de comentário serve acima de tudo uma forma de fazer política.