Literatura infanto-juvenil da Lusofonia volta a reunir-se em Lisboa

Portugal, Angola, Brasil e Cabo Verde. Diferentes países, a mesma língua

Depois da adesão do ano passado, o Encontro de Literatura Infanto-Juvenil da Lusofonia volta para a sua 2ª edição.

O certame, organizado pela fundação O Século, vai decorrer entre os dias 22 e 27 de fevereiro, e irá contar com a presença de escritores, ilustradores e contadores de histórias de toda a Lusofonia.

Com o objetivo de promover o debate sobre a literatura lusófona, este encontro vai contar com sessões em algumas das escolas que preenchem a zona da Grande Lisboa e com debates temáticos no âmbito da literatura infanto-juvenil.

Nomes de escritores como José Jorge Letria e Maria Ducla Soares de Portugal, Maria Celestina Fernandes de Angola, António Torrado de Cabo Verde ou Clóvis Levi do Brasil vão-se juntar aos ilustradores Ana Biscaia, Mónica Cid e André da Loba. Benita Prieto do Brasil, Cristina Taquelim e Jorge Serafim vão ser os narradores de serviço.

Será o antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, quem irá presidir à Comissão de Honra deste encontro.

Os visitantes poderão assistir a debates sobre temas como a Circulação do livro e do autor no espaço da Lusofonia ou então participar em ateliers de oficina de escrita, narração, ilustração, criatividade e hiperleitura; à semelhança do ano passado as sessões de contos preencherão os serões noturnos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".