Jorge Palma celebra 25 anos do álbum "Só" com dois concertos

O músico Jorge Palma vai celebrar os 25 anos do álbum "Só", com concertos a 28 de novembro, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e a 1 de dezembro, na Casa da Música, no Porto, foi hoje anunciado.

Serão duas datas com o músico a interpretar em palco as músicas de , tal como as gravou em estúdio, em 1991, num registo intimista, ao piano.

foi a primeira coletânea de carreira de Jorge Palma e revisitava, sem mais arranjos, temas dos discos das duas décadas anteriores.

Do alinhamento fazem parte, por exemplo, Bairro do amor (1977), Na terra dos sonhos (1980), O meu amor existe (1982), Estrela do mar (1984) e, mais conhecidas ainda, Deixa-me rir (1985) e Frágil (1989).

Quando lançou , pela então Polygram, Jorge Palma tinha 40 anos e acabado de concluir o curso superior de Piano do Conservatório de Lisboa. Hoje, com 66 anos, é um dos respeitáveis nomes do rock português, um dos mais criativos escritores de canções da sua geração e ainda no ativo.

Deu nome ao Palma's Gang, fundou os projetos Rio Grande e Cabeças no Ar e faz parte do mais recente Tais Quais.

Além dos concertos em nome próprio, atualmente Jorge Palma tem atuado com Sérgio Godinho, num espetáculo em que interpretam repertório de ambos.

Exclusivos