Gisela João e Samuel Úria vão ler textos em Paredes de Coura

O festival vai voltar a contar com a iniciativa Vozes da Escrita, agora com duas sessões que reúnem músicos: Gisela João com Samuel Úria no dia 18 e Capicua com Adolfo Luxúria Canibal a 19

Em comunicado, a Vodafone, que desde 2013 é a principal patrocinadora do festival que este ano decorre de 17 a 20 de agosto, anunciou hoje que as duas sessões vão realizar-se às 13:00 no palco Jazz na Relva.

"À semelhança do que aconteceu no ano passado - com a participação de Matilde Campilho, Pedro Mexia, Carlos Vaz Marques e Rui Cardoso Martins -, os textos escolhidos para cada sessão podem incluir poesia, letras de canções, excertos de romances, crónicas, histórias e autores vários", pode ler-se no comunicado da Vodafone.

A empresa realça que "os convidados desta edição são músicos conhecidos pela forma exímia como trabalham a palavra e que aceitaram o desafio lançado pela Vodafone para formarem duplas e criarem duas sessões de leitura inéditas".

No primeiro dos encontros reúnem-se o cantautor Samuel Úria, que este ano lançou "Carga de Ombro", e a fadista Gisela João, enquanto no dia seguinte juntam-se a 'rapper' Capicua e o vocalista dos Mão Morta, Adolfo Luxúria Canibal.

A 24.ª edição do festival de Paredes de Coura realiza-se na próxima semana na praia fluvial do Taboão com um cartaz marcado por nomes como LCD Soundsystem, Unknown Mortal Orchestra, King Gizzard & The Lizard Wizard, Whitney, entre muitos outros.

Na sexta-feira, a organização do evento anunciou o cancelamento da presença de Sharon Jones & the Dap-Kings, por motivo de doença da vocalista, sendo substituída pela cantora e compositora Shura.

Exclusivos