Felicidade superficial à la Hollywood

"Uma Casa Cheia", de Hallie Meyers-Shyer

O nome da realizadora não engana: Hallie Meyers-Shyer é filha de Nancy Meyers e Charles Shyer, o casal que fez currículo através de comédias como O Pai da Noiva (1991) ou Quem Chamou a Cegonha (1987). Tendo seguido uma carreira própria depois das colaborações com o ex-marido, Nancy Meyers conseguiu provar o seu talento, traduzido no requinte, por exemplo, da comédia romântica Alguém Tem Que Ceder (2003). O mesmo alvitre não surge com a filha, que, seguindo-lhe as pisadas neste Uma Casa Cheia, não alcança mais do que a expressão simplória de um feel good movie. Reese Witherspoon é aqui uma mãe separada - ela própria filha de um realizador famoso - cuja rotina é interrompida por três jovens que tentam realizar o seu primeiro filme, e se instalam em sua casa. Nesta história tudo é benigno e superficial, no mais pobre estilo hollywoodesco.

Classificação: * Medíocre

Exclusivos