Canábis, chupetas, sprays nasais e hula hoops proibidos no concerto de Shakira

Estes são alguns dos artigos que os espectadores estão proibidos de levar para o concerto da colombiana Shakira, na quinta-feira

Chupetas, sprays nasais, hula hoops, canábis, drones, comida, bebida e batons estão entre os objetos proibidos no concerto de Shakira, esta quinta-feira, na Altice Arena. A promotora Ritmos & Blues divulgou, através de uma publicação na rede social Facebook, uma lista de "artigos proibidos" no concerto de Shakira na Altice Arena.

Além dos expectáveis, como "substância ilegais" e "armas de qualquer tipo incluindo canivetes, spray pimenta ou artigos do género que possam ser considerados perigosos", a lista inclui também "chupetas, máscaras de pó, sprays nasais, gotas para os olhos, batons e lip gloss,hula hoops e balões".

Entre os "artigos com que não se pode entrar no recinto do espetáculo" estão também "canábis, produtos à base de canábis, ou artigos associados, lasers, objetos/brinquedos com luzes LED, correntes e acessórios com pontas de ferro, comida e bebidas (exceto água), máquinas fotográficas profissionais, iPads, tablets, selfie sticks, gravadores áudio e drones".

Contactada pela Lusa, fonte da promotora Ritmos & Blues explicou que a lista de artigos proibidos foi elaborada pelo agenciamento da artista, não tendo sido dada qualquer justificação em relação às escolhas.

O concerto de Shakira em Lisboa, que esteve inicialmente marcado para 22 de novembro do ano passado, faz parte da digressão El Dorado na Europa, a primeira após vários anos afastada dos grandes palcos.

No ano passado, uma hemorragia nas cordas vocais obrigou a artista colombiana a desmarcar os concertos que tinha previstos na Europa, em países como Espanha, França e Portugal.

Os últimos concertos de Shakira em Portugal datam de 2010, ano em que atuou no Rock in Rio Lisboa e na Altice Arena.

A digressão El Dorado é de promoção do álbum homónimo, editado em maio do ano passado pela Sony Music, o 11.º álbum da sua carreira.

O espetáculo está marcado para as 21.00.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...