Bruno Mars deu tudo: êxitos e fogo-de-artifício

Era o nome mais esperado do Rock in Rio, o único que conseguiu esgotar bilhetes. Cantou todos os seus êxitos e, a fechar, "Uptown Funk".

Não se pode dizer que Bruno Mars tenha deixado o melhor para o fim. Treasure, a terceira canção a sair dos altifalantes do Parque da Belavista, trouxe braços no ar e vozes em uníssono com o artista. Tinha brindado a audiência com fogo-de-artifício, algo que se repetiu várias vezes ao longo da noite.

"É uma honra estar aqui esta noite", cumprimentou, entre canções. Eram 85 mil no Rock in Rio este domingo à noite, e os 90 minutos de concerto deram à audiência todos os êxitos de Bruno Mars. A marcha nupcial antecipou Marry You, um dos êxitos do álbum de estreia do música, Doo-Wops & Hooligans, em 2010. Runaway Baby e Just The Way You Are, que fazem parte deste disco, também fizeram parte do alinhamento de 14 canções do concerto. Foi assim:

Intro
1. Finesse
2. 24K Magic
3. Treasure
4. Perm
5. Call All My Lovelies
6. Chunky
7. That's The Way I Like
8. Versace on The Floor
9. Marry You
10. Runaway Baby
11. When I Was Your Man
12. Locked Out of Heaven
13. Just The Way You Are
Encore:
14. Uptown
Funk

Bruno Mars, 32 anos, tem andado em digressão pela Europa. Já passou pela Bélgica, Holanda, Espanha, e, à semelhança do que se passou em alguns destes concertos da 24K Magic World Tour, Bruno Mars dá o palco a um dos seus músicos para tocar um solo de piano, antes de 'atacar' Locked Out of Heaven e Just The Way You Are, o momento em que apresenta a banda. Pelo meio, mais agradecimentos, incluindo o obrigatório agradecimento em língua nativa. "Obrigada a todos e cada um de vocês".

Choveram confetes e viu-se mais fogo-de-artifício até ao final. Quando a voz se calou depois do encore, com Uptown Funk, Bruno Mars desapareceu camuflado pelo fumo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Falta (transparência) de financiamento na ciência

No início de 2018 foi apresentado em Portugal um relatório da OCDE sobre Ensino Superior e a Ciência. No diagnóstico feito à situação portuguesa conclui-se que é imperativa a necessidade de reformar e reorganizar a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), de aumentar a sua capacidade de gestão estratégica e de afastar o risco de captura de financiamento por áreas ou grupos. Quase um ano depois, relativamente a estas medidas que se impunham, o governo nada fez.