Biblioteca Nacional recebe mais espólio de José Saramago

É amanhã entregue na Biblioteca Nacional de Portugal mais uma parte do espólio do escritor José Saramago.

A partir de agora, a Biblioteca Nacional vai ter mais manuscritos do único Nobel da Literatura em língua portuguesa. Já estava no acervo da instituição o original do romance O ano da morte de Ricardo Reis, sendo que a partir de agora também lá estarão os manuscritos de o Memorial do Convento, Evangelho segundo Jesus Cristo, Manual de Pintura e Caligrafia e Claraboia, entre outros, além do diploma conferido em 1998 pela Academia Sueca.

Em declarações, a mulher do escritor, Pilar del Río, explicou que a doação será feita de forma faseada e incluirá originais, materiais preparatórios de algumas obras, agendas, correspondência e outros documentos. Acrescenta que é um espólio de "valor incalculável", que vai enriquecer o património português: "Talvez a importância se veja melhor observando de fora. Ou se nos perguntarmos o que significa ter museus e bibliotecas. Ter Camões e Pessoa. Ter o Castelo. Pode viver-se sem que o património português tenha sido enriquecido com o espólio de José Saramago? Sim, pode-se. É maior agora o património português? Sem dúvida".

Pilar del Río referiu que cedência deste espólio não põe em causa a existência e atividade da fundação: "Continuará. Isso, sim, sabendo que os originais de José Saramago e outros documentos estão depositados e disponíveis para todos na Biblioteca Nacional de Portugal, ficando na companhia de tantos outros e da Arca de Fernando Pessoa".

Ler mais

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...