UNESCO inclui obra de Le Corbusier na lista do Património Mundial

A lista inclui 17 locais de sete países: França, Suiça, Bélgica, Alemanha, Argentina, Japão e Índia

Lusa
Pavillon Le Corbusier Museum Heidi Weber em Zurique, na Suíça | foto EPA/STEFFEN SCHMIDT
Le Corbusier House at the Weissenhof Estate em Estugarda, Alemanha | foto EPA/FRANZISKA KRAUFMANN

A UNESCO incluiu hoje na lista dos locais de Património Mundial as obras do arquiteto franco-suíço Le Corbusier, incluindo a cidade indiana de Chandigarh, depois de ter sido retomada a reunião do Comité do Património Mundial em Istambul.

A lista inclui 17 locais de sete países - França, Suiça, Bélgica, Alemanha, Argentina, Japão e Índia - para mostrar a riqueza de toda a obra de Charles-Edouard Jeanneret-Gris, mais conhecido como Le Corbusier.

A UNESCO tinha suspendido no sábado a reunião do Comité do Património Mundial em Istambul, na sequência da tentativa de golpe militar na Turquia, mas o encontro foi retomado hoje de manhã.

A reunião arrancou no passado domingo para analisar 20 candidaturas à lista de Património Mundial e deverá terminar na quarta-feira.