Lady Gaga cancela digressão e garante que não se está a fazer de vítima

A cantora revelou recentemente que sofre de fibromialgia

DN
© REUTERS/Mark Blinch

Lady Gaga cancelou a parte europeu da digressão mundial devido às fortes dores provocadas pela fibromialgia, doença de que padece, segundo admitiu recentemente. De acordo com o comunicado, a cantora sofre de dores intensas que a impedem de atuar.

A digressão europeia deveria começar a 21 de setembro, em Barcelona, Espanha, e prolongar-se até 28 de outubro, em Koln, na Alemanha, sem passagem por Portugal.

A cantora pediu desculpa aos fãs e garantiu que não se está a vitimizar. "Uso a palavra 'sofrer' não para terem pena ou darem-me atenção, e estou desiludida por por ver pessoas a sugerirem que estou a ser dramática, a inventar isto, ou a fazer-me de vítima para não fazer a digressão", escreveu Lady Gaga no Instagram.

"Sou uma lutadora. Uso a palavra 'sofrer' não apenas porque a dor crónica mudou a minha vida, mas também porque me impede de viver a minha vida normalmente. E também me está a afastar daquilo que mais gosto no mundo: atuar para os meus fãs", acrescentou.

Lady Gaga explicou que agora precisa de estar em contacto com os médicos de forma a estar forte e "poder atuar nos próximos 60 anos ou mais"