A despedida do edíficio AXA

O espaço cultural vai fechar com uma festa de 12 horas no próximo dia 28.

A Câmara do Porto realiza no dia 28 a festa de despedida do Edifício AXA, o imóvel da avenida dos Aliados transformado em espaço cultural municipal em 2013 e que em dezembro é devolvido aos proprietários.

Em comunicado, a autarquia anuncia "uma festa aberta à cidade" durante "12 horas consecutivas", explicando que, entre as 16:00 e as 04:00, o "AXA" recebe "dentro e fora de portas" diversos concertos (alguns nas varandas do imóvel), DJ sets, instalações, performances, oficinas, 'workshops' e "outras surpresas".

No mesmo sábado, a partir das 16:00, a Câmara ocupa um novo espaço devoluto (o edifício AXA estava sem utilização quando o município começou a ocupá-lo com atividades culturais), do outro lado da avenida, na antiga dependência do Banco Montepio, com a realização do Up Street Porto, um mercado com obras de "mais de 20 dos principais artistas de 'street art' e da ilustração".

"A partir de dezembro, o edifício AXA é devolvido aos seus proprietários, encerrando um ciclo de dois anos e oito meses em que foi resgatado para a cidade pela Câmara do Porto e dinamizado pela empresa municipal PortoLazer. Foram quase 900 dias de portas abertas, nos quais o edifício recebeu mais de 300 eventos gratuitos e perto de meio milhão de visitantes", descreve a autarquia.

A festa de despedida, com entrada livre, começa às 16:00 com o espetáculo Partitura Dourada: a fachada do AXA vai ficar coberta com corpos e mantas douradas numa performance interpretada por 139 alunos da escola profissional Balleteatro.

Desenvolvido em parceria com a Lovers & Lollypops e envolvendo entidades como o Balleteatro, a Associação Porta Jazz, o coletivo de artistas da Circus Network, assim como várias das principais editoras portuenses, o programa engloba 11 concertos por bandas como os Mirror People, OGBE ou Filho da Mãe (às 22:00, no piso 1).

Distribuído pelos sete pisos do Edifício, o evento inclui ainda vários DJ sets, oficinas orientadas para o público infantil, mostras de ilustração e arte urbana, performances e instalações.

A Câmara recorda que a ocupação do AXA "começou em abril de 2013, aquando do arranque do 1.ª Avenida, projeto que englobou um conjunto diversificado de iniciativas culturais e artísticas".

"O sucesso foi tal que, rapidamente, o AXA se afirmou como uma das principais âncoras de animação dos Aliados, emergindo como um espaço privilegiado de acolhimento de eventos e de produção artística e criativa, com a capacidade de contaminar toda a Baixa", sustenta a autarquia.

Devido ao "sucesso desta estratégia", o município e a PortoLazer "encetaram negociações com a Companhia de Seguros AXA para a prorrogação do contrato de cedência, primeiro até final de 2014 e, depois, até ao início de dezembro de 2015, altura em que se deverá concretizar a venda do imóvel a um investidor privado".

"A PortoLazer cumpriu na íntegra todos os objetivos a que se propôs, ocupando de forma criativa e intensa um espaço devoluto em pleno centro do Porto, abrindo-o à cidade, aos seus cidadãos e visitantes", destaca o município.

Nos dias 28 e 29, as atividades passam para o outro lado da avenida dos Aliados, na antiga dependência do Banco Montepio, com o Up Street Porto -- Mercado de Arte Urbana, um evento com entrada livre aberto "entre as 16:00 e as 00:00 no sábado, dia 28, e no domingo, dia 29, entre as 16:00 e as 23:00", descreve a autarquia.

Durante o fim de semana, "serão ainda organizados diversos 'workshops' de iniciação e aperfeiçoamento de diferentes técnicas, para além de duas sessões do projeto LATA 65, uma iniciativa que pretende aproximar os menos jovens a esta forma de expressão artística", acrescenta a Câmara.

Ler mais

Exclusivos