"A Adoração dos Magos" conseguiu 13 mil euros no Lux

A festa de angariação de fundos para comprar o quadro "A Adoração dos Magos", de Domingos Sequeira, na discoteca Lux, reuniu 13 mil euros.

"Domingos no Lux" era o nome da festa que decorreu no Lux, em Lisboa, no domingo à noite. A casa abriu fora de horas para angariar fundos para a compra de A Adoração dos Magos, do pintor português Domingos Sequeira.

Ao todo, foram conseguidos 13 027, 48 euros, segundo o Museu Nacional de Arte Antiga, que lidera a campanha de recolha de donativos para comprar o quadro.

A festa contou com a participação que vários músicos e artistas na qualidade de DJ Mecenas (André Cascais, Alcides, Cláudia Duarte, CVLT, Dexter, Hélio Morais, Henrique Amaro, João Botelho, Jp Simões, Julião Sarmento, Leonaldo de Almeida, Pedro Ramos, Rui Vieira Nery, Sonja, Susana Pomba, SwitchSt(d)ance, Tiago, Tigerman, Zé Pedro Moura).

A campanha Vamos Pôr o Sequeira no Lugar Certo foi lançada no último trimestre de 2015 e visa angariar os 600 mil euros que o atual proprietário pede por esta obra do pintor português Domingos Sequeira (1768-1837).

Falta, nesta altura, 152 758,11 euros para que a aquisição do quadro, faltando ainda contabilizar os contributos da Ana Aeroportos (20 mil euros) e da câmara municipal do Porto (15 mil). A maior contribuição de todas foi a da Fundação Aga Khan, que doou 200 mil euros.

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

Navegantes da fé

Este livro de D. Ximenes Belo intitulado Missionários Transmontanos em Timor-Leste aparece numa época que me tem parecido de outono ocidental, com decadência das estruturas legais organizadas para tornar efetiva a governança do globalismo em face da ocidentalização do globo que os portugueses iniciaram, abrindo a época que os historiadores chamaram de Descobertas e em que os chamados navegantes da fé legaram o imperativo do "mundo único", isto é, sem guerras, e da "terra casa comum dos homens", hoje com expressão na ONU.