Instituto Camões e professores juntam esforços na Califórnia

O Instituto Camões (IC) e a Associação de Professores de Português dos Estados Unidos e Canadá (APPEUC) vão juntar esforços no ensino da língua portuguesa nas escolas oficiais e comunitárias do Estado da Califórnia, ao abrigo de um novo acordo.

Um protocolo recentemente assinado permite que dois professores de língua portuguesa, Diniz Borges e José Luís da Silva, passem a ser professores de apoio pedagógico da Coordenação do Ensino Português nos Estados Unidos (CEPE-EUA) com responsabilidades no Estado da Califórnia.

Nuno Mathias, que assumiu recentemente o posto de cônsul de Portugal em São Francisco e representou o Instituto Camões na assinatura do acordo, sublinhou à Lusa o facto de "pela primeira vez, se recorrer ao uso de recursos locais através da escolha de professores ligados à diáspora na área do ensino do português" na Califórnia.

Diniz Borges, presidente da APPEUC, leciona na Tulare Joint Union High School e College of the Sequoias, enquanto José Luís Silva é professor jubilado da San Jose Academy High School.

Para o cônsul em São Francisco, o acordo visa fortalecer a promoção da língua portuguesa "junto das autoridades escolares americanas e das escolas comunitárias existentes nas cidades com comunidades portuguesas", além de "rentabilizar sinergias", sensibilizando "as comunidades portuguesas para a importância da manutenção das suas raízes culturais, designadamente a língua portuguesa, como forma de ligação das novas gerações a Portugal".

Outros objetivos são "promover de forma articulada ações de formação dirigidas aos professores de português" e apoiar e desenvolver projetos no âmbito do ensino integrado.

Ainda segundo o documento, a associação compromete-se a organizar e coordenar ações de formação dirigidas aos professores de português das escolas comunitárias e escolas públicas da Califórnia e trabalhar com as instituições e associações da comunidade e entidades americanas de modo a aumentar a oferta de cursos de português em mais escolas secundárias do Estado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG