Gulbenkian promove concerto de apoio aos refugiados

A Fundação Calouste Gulbenkian promove a 18 de outubro um concerto com a Orquestra e o Coro Gulbenkian, em Lisboa, para angariação de fundos destinados à Plataforma de Apoio aos Refugiados (PAR).

O espetáculo realiza-se no Grande Auditório da fundação, ao final da tarde, e os bilhetes vão custar de 15 a 30 euros, anunciou hoje a Gulbenkian. "A Orquestra, juntamente com Pavel Gomziakov, tocará o Concerto para Violoncelo e Orquestra em Dó Maior de Joseph Haydn", revelou a instituição em comunicado.

O violoncelista russo interpretará ainda a Suite nº 2 em Ré menor de Johann Sebastian Bach num raro Stradivarius, "uma das joias da coroa do espólio do Museu da Musica", que também se associa a esta iniciativa.

O instrumento tocado por Gomziakov foi construído em 1725 e pertenceu ao rei Dom Luis. Está classificado como Tesouro Nacional desde 2006.

O Coro Gulbenkian, dirigido pelo maestro titular Michel Corboz, interpretará um programa totalmente dedicado a Johann Sebastian Bach com a participação de Fernando Miguel Jalôto (órgão), Raquel Reis (violoncelo) e Manuel Rego. Todos os intérpretes atuam em favor da causa, segundo o Gulbenkian.

A Fundação Calouste Gulbenkian concedeu já um apoio financeiro destinado ao lançamento e funcionamento da Plataforma de Apoio aos Refugiados, criada este mês por iniciativa da sociedade civil.

Hoje à noite, mais de uma dezena de músicos portugueses atua em Lisboa, num espetáculo de angariação de fundos para apoiar o acolhimento de refugiados.

O espetáculo "Lisboa Acolhe" acontece a partir das 21:00 no Teatro Municipal São Luiz e nele participam Sérgio Godinho, Jorge Palma, Camané e Dead Combo, Sara Tavares, Cristina Branco, Márcia e Rita Redshoes, Carlos Mendes, Samuel Úria e Carlão.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG