Fotógrafo Augusto Mayer morre aos 86 anos

O fotógrafo Augusto Mayer, 86 anos, faleceu hoje em Lisboa, no hospital de Santa Maria, onde se encontrava internado, disse à Lusa o historiador de jazz João Moreira dos Santos, sem adiantar outros pormenores.

O fotógrafo faleceu um dia depois do seu irmão, o pianista de jazz Ivo Mayer, cujo funeral se realiza no domingo de manhã.

Augusto Mayer era sócio-fundador do Hot Clube de Portugal, a sua atividade como fotógrafo permitiu registar vários momentos da história do jazz em Portugal com especial destaque para as inicitivas do Hot Clube.

Segundo o boletim do Hot Clube, publicado em abril do ano passado, "a sua colecção fotográfica, de discos e de livros, é das mais ricas que existem em Portugal".

Augusto Mayer fotografou "jam sessions" históricas nos anos 1940 e 1950, e concertos como o de Sidney Bechet em 1955, de Count Basie em 1956 ou o de Louis Armstrong em 1961.

Mais tarde, a sua objetiva registou os festivais de jazz de Cascais.

Recentemente Augusto Mayer tinha doado ao Núcleo Museológico do Hot Clube de Portugal uma coleção completa da Jazz Magazine, encadernada, desde o seu primeiro número, em 1954, até 1999.

Segundo a informação do citado boletim, esta doação integrou também "duas das mais brilhantes fotografias da história do jazz em Portugal, ambas de Louis Armstrong".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG