Descobrindo um monge budista

"Caminha Comigo", de Mark J. Francis e Max Pugh

Para que serve um documentário? Para documentar... Eis uma verdade de La Palice que pode envolver o maior dos desafios. Este Walk with Me, produção britânica sobre o monge budista Thich Nhat Hanh, aí está como um exemplo modelar dessa singela atitude.

Trata-se de dar conta do trabalho da personagem central, um vietnamita com um longo historial de ativismo pela paz, em particular na comunidade que fundou na Dordonha, no sudoeste da França. Deparamos, assim, com um universo criado a partir de rigorosos princípios de entendimento e contemplação do mundo natural que, por sua vez, se traduzem em formas extremamente elaboradas do quotidiano.

O filme vale pela serenidade do seu olhar (dir-se-ia contaminada pela pulsação do lugar que retrata) e também pela leitura, em off, das palavras do monge por Benedict Cumberbatch.

Classificação: *** (Bom)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG