Clarins da GNR anunciam chegada de cortejo

Os clarins da Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciaram, pouco antes das 19:00, a chegada do cortejo fúnebre de Sophia de Mello Breyner Andersen ao Panteão Nacional, em Lisboa.

Na rampa em frente ao Panteão, cerca de duas centenas de pessoas aguardavam a chegada da urna com os restos mortais da poetisa.

No adro do monumento, encontram-se várias personalidades convidadas, entre as quais o Presidente da República e a mulher.

Em frente ao Panteão, uma tela em tamanho gigante reproduz uma fotografia de Sophia, tapando um prédio em ruínas.

Exclusivos