"O Fabuloso Destino de Amélie Poulain" vai ser musical

O filme "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain", realizado pelo francês Jean-Pierre Jeunet (2001) e protagozinado pela atriz Audrey Tatou, vai ser adaptado ao teatro musical e deverá estrear na Broadway, em Nova Iorque, anunciou o compositor que trabalha o texto, Dan Messe.

O músico usou o Facebook para anunciar a contratação. "Honro-me de anunciar que fui encarregado de adaptar o filme para a Broadway".

O dramaturgo Craig Lucas e o compositor Nathan Tysen, completam a equipa artística, acrescentou o músico.

O filme teve 8,6 milhões de espectadores em França e receitas mundais de 152 milhões de dólares. Ganhou 4 césares e foi nomeado para cinco óscares.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...