Nomeações para os Oscares adiadas por um dia

O prazo para nomear filmes e artistas à candidatura os próximos Oscares foi adiada por um dia,anunciou segunda-feira a AcademiaAmericana de Artes e Ciências de Cinema, que estreia este ano o sistema de votação pela Internet.

Os cerca de 6000 membros da Academia têm até dia 4 de janeiro para votar nos artistas/filmes em três assembleias de voto: em Los Angeles, Nova York e Londres , por correio ou pela Internet.

"Ao adiar o prazo de votação , nós fornecemos todos os meios possíveis para facilitar a transição para a votar por via eletrónica ", disse em comunicado Ric Robertson, um dos líderes da Academia.

De acordo com vários órgão de comunicação, os membro da Acadeia - cuja média de idades rondas os 62 anos - tiveram algumas dificuldades em se adaptarem à votação pela Internet .

Os candidatos ao Oscar serão anunciados a 10 de janeiro , enquanto a cerimónia de entrega das estatuetas será realizadaa 24 de fevereiro, em Hollywood.

Ler mais

Exclusivos

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.