Designer acusa agência de Spike Lee de plágio e roubo

Numa carta aberta, o designer Juan Luis Garcia acusa a agência de publicidade do novo filme de Spike Lee, um remake de Oldboy, de roubar o seu trabalho.

"Caro senhor Lee, é com tristeza e esperança que escrevo esta carta aberta para si". Assim começa a carta deste artista, que apenas deseja ver o seu trabalho reconhecido e receber o que lhe é devido.

Algo que Juan Luis Garcia espera que Spike Lee compreenda. "Eu sei que irá entender a minha história, sou apenas um artista a tentar ter uma vida digna", refere o designer na carta, "o que se torna impossível quando querem que trabalhemos de graça ou para exposição".

Na carta, disponível para leitura no seu website, o designer refere que foi contactado por uma agência para criar os ditos cartazes promocionais para o filme Oldboy e que foi informado de que não tinham muito dinheiro para lhe pagar, mas que seria possível receber "uns trocos".

"Tentei negociar mas recusaram. Faço a mesma quantidade de dinheiro num único dia, como assistente de fotografia, e trabalhei de forma quase exclusiva para eles por dois meses", explica.

Garcia, que ao navegar pela Internet encontrou os seus cartazes por acaso, afirma ainda nunca terem sido assinados contratos, nem qualquer acordo para a exposição ou doação do seu trabalho.

Mas, para o artista, o pior é nunca ter visto sequer os tais "trocos" que lhe foram prometidos pelo trabalho.

A carta termina com o desejo de resolução deste problema e com votos de sucesso para o filme de Spike Lee, daquele que revela ser mais um dos seus fãs.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?

Premium

arménios na síria

Escapar à Síria para voltar à Arménia de onde os avós fugiram

Em 1915, no Império Otomano, tiveram início os acontecimentos que ficariam conhecidos como o genocídio arménio. Ainda hoje as duas nações continuam de costas voltadas, em grande parte porque a Turquia não reconhece que tenha havido uma matança sistemática. Muitas famílias procuraram então refúgio na Síria. Agora, devido à guerra civil que começou em 2011, os netos daqueles que fugiram voltam a deixar tudo para trás.