Filme de João Canijo em destaque hoje no IndieLisboa

Será também exibido hoje no Festival de Cinema Independente de Lisboa a série 'Death Row', de Werner Herzog.

No segundo dia do IndieLisboa, dominado por longas-metragens da secção Cinema Emergente, há também lugar para outras sessões que merecem destaque.

Um destes destaques é o filme É o Amor (21.30, Culturgest), a nova longa-metragem de João Canijo, que está ao mesmo tempo em Competição Nacional e na secção Observatório. É o Amor leva a atriz Anabela Moreira a infiltrar-se no meio das mulheres de Caxinas, num filme que, segundo o realizador, "para além de um retrato das mulheres de Caxinas, é um filme sobre uma amizade".

Outro filme que merece atenção especial no dia de hoje é Death Row, de Werner Herzog, dividido em quatro episódios e duas sessões (17.00 e 21.45, Cinema City Classic Alvalade). Em Death Row, Werner Herzog volta ao tema da pena de morte nos Estados Unidos, depois de Into the Abyss, que foi exibido no IndieLisboa em 2012. O filme centra-se em quatro retratos de criminosos que se encontram no corredor da morte, nos estados norte-americanos do Texas e da Flórida. Do foco especial dedicado ao realizador Ulrich Seidl, passa Animal Love (19.15, Cinema City Classic Alvalade), um documentário sobre pessoas que vivem obcecadas com os seus animais de estimação.

Mais logo têm também início as sessões competitivas de curtas-metragens, tanto a nível Nacional (19.15, Cinema São Jorge), como Internacional (21.30, Cinema São Jorge).

Do secção Cinema Emergente, existem hoje nove longas-metragens à escolha, entre as quais se destaca o filme La Piscina (16.45,Cinema City Classic Alvalade), em que um instrutor de natação dá aulas a crianças com deficiências físicas e mentais, numa piscina em Havana.

Há ainda espaço para duas sessões de curtas de Cinema Emergente, a primeira às 18.45 no Cinema São Jorge e a segunda às 22.00 na Culturgest.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG