Cineasta Édouard Molinaro morre aos 85 anos

Édouard Molinaro, realizador francês que adaptou ao cinema da peça de teatro 'Gaiola das Loucas', um dos maiores êxitos da sua carreira, morreu hoje, dia 7, aos 85 anos.

O realizador de cinema morreu devido a uma insuficiência cardíaca no hospital Tenon, disse fonte próxima de Molinaro à AFP.

Especialista na adaptação de comédias teatrais ao cinema, Molinaro alternou desde muito cedo na sua carreia, os projetos para televisão com os projetos para cinema. Com 'Gaiola das Loucas', de 1978, o êxito chegou aos EUA, ultrapassando as fronteiras de França, onde nasceu, viveu e trabalhou.

Veja aqui o trailer do filme para os Estados Unidos:

[youtrailer:D7oEEC-ZkS4]

A sua carreira cinematográfica começou com a participação num concurso de curtas-metragens. Foram, no entanto, as longas que lhe trouxeram o reconhecimento do público. Fez mais de 30. A publicação francesa "Telerama" chama-lhe um "artesão do cinema" que faz falta.

Trabalhou com grandes nomes da cultura francesa como Louis de Funès, Lino Ventura ou Jacques Brel.

Molinaro nasceu a 13 de maio de 1928, em Bordéus, e era conhecido tanto pelo grande rigor do seu trabalho como pela sua grande modéstia.

Exclusivos