Cinema grego de emoção zero

NÃO ME AMES, Alexandros Avranas

Contrariando a hegemonia das estreias americanas, eis cinema grego fresquinho nas nossas salas. Do realizador de Miss Violence, este novo drama policial, ainda que não seja suficientemente habilidoso na criação de uma qualquer atmosfera, é um interessante olhar sobre a radical degradação da moralidade humana.

Do ponto de vista narrativo, joga-se com pouco: um casal contrata uma jovem para barriga de aluguer, levando-a para a sua elegante mansão, e deixando-a desfrutar dos prazeres da vida abastada. Alexandros Avranas não demora muito a deixar claro que o mal-estar daquela estadia, disfarçado com simpatias vagas, vai ter consequências funestas... Impregnado de uma austeridade formal que nos distancia da rugosidade dramática das personagens, Não Me Ames acaba por ser o quadro frio de uma tragédia silenciosa e meticulosamente exposta.

Classificação: ** (Com interesse)

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG