Cerejas da ilustração portuguesa viajam até Bolonha

Portugal é o país convidado da Feira do Livro Infantil de Bolonha, de 19 a 22 de março. Escritores, ilustradores e editoras nacionais marcam presença.

"A feira do livro infantil de Bolonha é o maior evento mundial anual na área do livro infantil. Encontram-se aqui todos os agentes do livro infantil. Fazem-se contactos. Apresentam-se projetos. Vê-se as novidades. É um momento imprescindível para quem trabalha nesta área. Portugal, como convidado de honra, está no foco das atenções de centenas de editores e jornalistas", explica Eduardo Filipe que, com Ju Godinho, comissaria a exposição portuguesa, que, com o título 'Como as cerejas', vai mostrar o trabalho de 25 ilustradores nacionais.

É um oportunidade única. Que o diga a ilustradora Teresa Cortez que, no ano passado, foi selecionada para a exposição internacional de ilustração da feira, mesmo sem ter qualquer livro publicado em seu nome. "Concorri com trabalhos inéditos e fui escolhida. Foi muito bom, Bolonha é uma montra muito importante e surgem sempre contactos e oportunidades." Este ano, Teresa também vai estar em Itália mas para apresentar o seu primeiro livro: 'O Lobo das Meias', com texto de Carlos Nogueira, uma das grandes apostas da editora infantil Tcharan.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG