Ator Stephen Fry revela tentativa de suicídio

Escritor, ator, humorista e presidente da associação Mind, que luta contra as doenças mentais, Stephen Fry conta pela primeira vez que tentou suicidar-se no ano passado. E admite que escapou "por pouco".

Fry, que sofre de doença bipolar, já passara por anteriores tentativas de acabar com a própria vida - a primeira quando tinha 17 anos - mas nunca tinha revelado em público a mais recente, como escreve o jornal The Guardian.

"Eu sou vítima dos meus próprios humores, mais do que a maioria das pessoas possivelmente, uma vez que sofro de uma doença que exige que tome medicamentos para não ficar demasiado excitado ou demasiado deprimido, ao ponto do suicídio", disse o ator, nesta noite de segunda-feira, numa entrevista ao humorista Richard Herring, gravada perante uma plateia de espectadores no Teatro de Leicester Square

Stephen Fry explicou que o seu cargo na Mind, instituição de solidariedade para pessoas com doença mental, o "obriga" a contar as suas experiências. "Posso mesmo dizer-vos que tentei [o suicídio] no ano passado. Sou presidente da Mind e o meu papel, tal como o entendo, é não ser tímido, é ser aberto acerca da probabilidade de morte entre pessoas com certas doenças mentais".

"Foi por pouco. Tomei uma enorme quantidade de comprimidos com vodka e a mistura fez com que entrasse em convulsões tão intensas que parti quatro costelas, sempre consciente", contou Stephen Fry, que é amigo desde os tempos de escola de Hugh "Dr. House" Laurie.

O caso aconteceu durante a rodagem de um filme e foi um membro da equipa de filmagens que o salvou. "Felizmente, o produtor com quem eu estava a trabalhar entrou no quarto e encontrou-me quase inconsciente. Enviou-me de volta para Inglaterra para ser tratado".

Quanto às razões para tal ato, Fry explicou: "Não há porquê, não é a pergunta certa. Não há razão. Se houvesse uma razão para isso, seria possível argumentar com a pessoa, explicar-lhe porque não deve tirar a sua própria vida".

A entrevista na íntegra está disponível no site British Comedy Guide.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG