As"trigédias" chegam ao Porto

Depois do D. Maria II, Ifigénia, Agamémnon e Electra vão estar no Teatro Nacional de São João, no Porto.

Para a abertura da temporada, o diretor do Teatro Nacional D. Maria II, Tiago Rodrigues, propôs-se reescrever três tragédias gregas e encená-las com um elenco de 15 atores, entre os quais Flávia Gusmão, Isabel Abreu, João Grosso, José Neves, Lúcia Mata, Manuel Coelho, Maria Amélia Matta, Miguel Birges e Paula Mora. São essas peças que a partir de dia 22, quinta-feira, vão estar no Teatro Nacional de São João, no Porto.

A partir dos textos de Eurípides, Sófocles e Ésquilo, as três peças contam-nos a história de Agamémnon que decide matar a filha Ifigénia - irmã de Electra e Orestes - num sacrifício para os gregos terem vento para navegar até Tróia e, assim, salvarem Helena. Depois disso, Clitemnestra, mãe de Ifigénia, mata o marido, vingando a filha, e Electra e Orestes matam Clitemnestra para vingarem o pai.

"Nas tragédias há sempre um gesto de libertação dos heróis trágicos - aceitarem a sua própria tragédia - que fala do livre arbítrio", explica Tiago Rodrigues. "A ideia do nosso combate pessoal contra o inevitável, o que nos dizem ou que a vida nos apresenta como destino. Acho que é qualquer coisa que, no nosso tempo, soa a crise, a falta de horizontes, de futuro. A ideia de combater o inevitável, de encontrar mecanismos de desafiar aquilo que a vida diz que é o possível e o impossível."

Ifigénia pode ser vista entre os dias 22 e 24 de outubro, às 21h00, Agamémnon sobe ao palco do TNSJ nos dias 25 (16h00), 28 (19h00) e 29 de outubro (21h00) e Electra está em cena entre os dias 30 de outubro e 1 de novembro, sendo que as récitas de sexta e sábado realizam-se às 21h00 e no domingo, às 16h00.Os bilhetes custam entre 7,50 euros e 16 euros, mas existe um preço especial para quem comprar os bilhetes para as três peças.

No dia 25, domingo, o TNSJ organiza uma Oficina Criativa para os mais novos. Enquanto os pais assistem a Agamémnon, as crianças dos seis aos 12 anos vão explorar a criatividade, expressividade e a improvisação fazendo uma aproximação ao espetáculo em cena. Para além disso, neste quadrimestre, as Oficinas Criativas vão introduzir as crianças ao universo de Gil Vicente - considerado o primeiro grande dramaturgo português -, no ano em que se celebram 550 anos do seu nascimento. A iniciativa, orientada por Maria de La Salette Moreira, decorre entre as 15h30 e as 17h30, sendo que a inscrição é de cinco euros por criança e 2,5 euros pela participação de uma segunda criança.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG