Assistentes dispensados concentram-se à porta do museu

Os assistentes de exposição do MUDE manifestaram-se hoje, dia 1, à porta do museu, em Lisboa, contra a dispensa de serviços conhecida na quinta-feira.

Os colaboradores, contratados como assistentes de exposição do MUDE pela Aumento d' Ideias, foram notificados, por e-mail, do fim do contrato da associação com a câmara municipal de Lisboa.

Concentrados à porta do museu, reinvindicavam o pagamento de salários em atraso, facto recorrente desde que o museu abriu em 2009, e de serem "falsos recibos verdes".

Os serviços do museu foram assegurados por funcionários da câmara.

O director municipal de Cultura, Francisco Motta Veiga, confirmou à Lusa que o vínculo com a associação Aumento d' Ideias foi antecipado "mês e meio", sustentando ainda que a CML não tem qualquer responsabilidade nas relações entre a associação e os trabalhadores.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG