As muitas vidas cinematográficas de Nicole Kidman

Kidman regressa com o thriller "Antes de Adormecer" e a comédia "Paddington".

Em maio do ano passado, no Festival de Cannes, Nicole Kidman não era uma estrela feliz. Perante a respeitadora frieza com que foi recebido o seu filme Grace de Mónaco, a atriz enfrentava os jornalistas de todo o mundo num tom prudentemente defensivo: segundo as suas palavras, a realização de Olivier Dahan tinha respeitado o mais possível as memórias de Grace Kelly, lenda de Hollywood e princesa do Mónaco, tentando evitar qualquer alusão que favorecesse especulações gratuitas.

O filme não se livrou da indiferença oficial do principado do Mónaco e, mesmo tendo tido honras de abertura oficial do certame da Côte d"Azur, foi rapidamente secundarizado nos media franceses e internacionais. Em todo o caso, o episódio deixava uma pequena lição artística: mesmo interpretando figuras verídicas, o talento de Nicole Kidman não depende de qualquer caução (histórica ou biográfica), exprimindo-se sempre melhor quando a atriz pode apropriar-se de uma personagem, transfigurando-a em coisa sua. Recordemos o revelador paradoxo: não é verdade que foi a sua elaborada composição de Virginia Woolf que lhe valeu um Óscar, em As Horas (2002)?

Os dois filmes com Nicole Kidman nesta semana lançados nas salas portuguesas são significativos da sua agilidade: Antes do Amanhecer, dirigido por Rowan Joffe, adapta um bestseller de S.J. Watson centrado numa mulher que acorda todos os dias sem saber o que lhe aconteceu na véspera, ao mesmo tempo que pressente ter vivido uma tragédia que a sua memória teima em não lhe devolver; num registo bem diferente, ligado a uma tradição britânica simultaneamente literária e cinematográfica, Paddington, escrito e realizado por Paul King, centra-se na personagem do urso Paddington, saído dos livros de Michael Bond, e na sua demanda de um lugar para viver, viajando das profundezas da América do Sul para a casa de uma típica família de Londres.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG