As canções de amor de Vitorino

O músico apresenta-se na sexta e no sábado no Teatro da Trindade, acompanhado por dois pianos.

O Amor é Cego é Vê é o mote do espetáculo que o músico Vitorino apresenta sexta-feira e sábado (dias 13 e 14) no Teatro da Trindade, em Lisboa.

Vitorino conta mais de quatro décadas de carreira. Desde a sua estreia em nome próprio, com o histórico Semear Salsa ao Reguinho, de 1975, já editou mais de duas dezenas de trabalhos, incluindo sucessos como Romances, Leitaria Garrett, Negro Fado, Eu Que Me Comovo Por Tudo e Por Nada ou, mais recentemente, Alentejanas e Amorosas ou Ninguém nos Ganha aos Matraquilhos.

O Amor é Cego e Vê é um espetáculo novo onde o cantor revisitará alguns dos seus maiores sucessos e outras canções de amor, ao lado de dois virtuosos do piano em Portugal, Filipe Raposo e João Paulo Esteves da Silva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG