Artista portuguesa é capa de revista chinesa de design

Um desenho da ilustradora portuguesa Ana Aragão é a capa da edição de fevereiro da revista chinesa Casa International, uma publicação de Pequim dedicada ao design internacional.

"É quase impossível não ficarmos apaixonados pelo trabalho de Ana Aragão", disse o diretor criativo da revista, o português Emanuel Barbosa.

Ana Aragão, 30 anos, nascida e criada no Porto, é arquiteta, mas depois de ter trabalhado um ano naquela área, dedica-se sobretudo ao desenho e à ilustração.

"Não consigo sequer imaginar passar os dias sem um lápis na mão ou uma ideia de desenho na cabeça", disse a artista numa entrevista à Casa International, publicada em inglês e chinês.

A arquitetura está presente no seu trabalho, mas os espaços que Ana Aragão desenha destinam-se "aos olhos e à mente".

"Não sinto necessidade de construir esses espaços. Basta-me que eles sejam habitados pela imaginação", afirmou.

É a terceira vez que Portugal é tema de capa da Casa International, revista que se publica há uma década em Pequim.

A primeira foi em novembro de 2012, quando a revista dedicou a sua edição à arquitetura portuguesa.

"Não há duvida que 'desenhado em Portugal' significa 'desenhado com qualidade'", assinalou então o diretor da revista, Chen Yuanzheng.

A edição de fevereiro de 2014 da Casa International inclui também uma entrevista com os animadores da Maria Riding Company, coletivo de design fundado em Lisboa em 2012 e "apaixonado" por objetos criados nas décadas de 1950, 1960 e 1970, nomeadamente motas.

Para eles, aqueles anos "foram décadas cheias de criatividade e inovação, em que os designers quebraram regras e criaram objetos verdadeiramente fora de série".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG