Mural de Banksy é leiloado no sábado na Internet

Uma casa de leilões de Miami pretende vender, no sábado, pela Internet, um mural atribuído ao artista britânico Banksy, "Slave Labor" ("Trabalho Escravo"), que desapareceu recentemente de uma rua de Londres.

O mural, de 122x152 centímetros, mostra um rapaz de origem asiática sentado no chão, a coser pequenas bandeiras do Reino Unido, numa máquina, e tem o preço base de 400.000 dólares (cerca de 302.000 euros).

Já foram apresentadas duas ofertas para a obra e a empresa Fine Art Auctions Miami estima que possa valer entre meio milhão e 700.000 dólares (perto de 529.000 euros).

Até à semana passada, o pequeno mural estava na parte inferior de uma parede, numa rua de Londres, e os moradores da zona de Wood Green ficaram surpreendidos com o desaparecimento da obra que, como grande parte dos trabalhos de Banksy, atraía um grande número de visitantes, segundo a agência noticiosa espanhola EFE.

"O leilão vai realizar-se porque levámos a cabo as diligências necessárias para comprovar a titularidade da obra", disse à EFE uma porta-voz da Fine Art Auctions Miami.

A empresa referiu que só divulgará como conseguiu o mural e com quem realizou o contrato para ele ser leiloado, se for demonstrado que é falso o objeto posto a leilão.

Conhecido pelas suas intervenções em paredes no espaço público, Banksy, cuja identidade se desconhece, não assina as suas obras.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG