Joana Vasconcelos na inauguração da exposição da Dior

A artista portuguesa esteve hoje na inauguração da exposição Miss Dior no Grand Palais, em Paris, para a qual contribuiu com a criação J'Adore Miss Dior.

A atriz Natalie Portman, uma das caras da marca Dior, também esteve na inauguração desta exposição.

Esta exposição junta obras criadas por 15 artistas femininas de várias nacionalidades, entre as quais a escultora brasileira Maria Nepomuceno, a fotógrafa britânica Hanna Starkey, a artista norte-americana Polly Apfelbaum e a fotógrafa e a realizadora iraniana Shirin Neshat.

A Dior deu "carta branca" às artistas para criarem obras inspiradas na marca. Joana Vasconcelos decidiu escolher o Miss Dior, primeiro perfume da marca, criado em 1947. O laço, que tem mais de 3x3 metros, é feito em fibra de vidro e resina de poliéster, com luzes led a iluminarem os muitos frascos cor de rosa do conhecido perfume, com que está forrado.

Cada obra surge na exposição ao lado de uma criação da Dior. O laço de Joana Vasconcelos estará ao lado do vestido "Concerto" (o do grande laço vermelho no peito), que data de 1957.

A exposição, comissariada por Hervé Mikaeloff, estará patente entre 13 e 25 de novembro, no Grand Palais, e tem entrada livre.

Ler mais

Exclusivos