Arquiteto Hans Hollein morre aos 80 anos vítima de doença

O arquiteto austríaco Hans Hollein, vencedor do Prémio Pritzker em 1985, o mais conceituado galardão da arquitetura, morreu hoje aos 80 anos em sua casa, em Viena, vítima de doença prolongada, disse uma fonte familiar, citada pela APA.

No dia 30 de março, o arquiteto fez 80 anos, mas não pode participar na celebração do aniversário por ter tido uma pneumonia.Hans Hollein destacou-se como desenhador, decorador de cenários de teatro, professor universitário e responsável por instituições artísticas como a Bienal de Arquitetura de Veneza em 1996. Na Áustria, Hans Hollein ocupou diversos cargos de planificação urbanística, tal como o da presidência do Senado de Artes.

Além de obras arquitetónicas no seu país de origem, Hans Hollein tem trabalhos espalhados em vários países, tal como Alemanha, Espanha, França, Estados Unidos, onde desenhou a Galeria Richard Feigen de Nova Iorque, e no Irão, onde projetou o Museu de Cristal de Teerão.

Hans Hollein foi agraciado com vários prémios, destacando-se o Grande Prémio Estatal da Áustria e recebeu a Ordem Nacional da Legião de Honra de França.

O austríaco é considerado o arquiteto mais conceituado da Áustria e um dos mais importantes da segunda metade do século XX e início do século XXI.

Primeiramente, estudou na Academia de Artes Plásticas de Viena, e em 1956 rumou para os Estados Unidos, onde se formou no Instituto de Tecnologia de Illinois e, mais tarde, na Universidade de Califórnia, em Berkeley. Em 1964 inaugurou o seu próprio estúdio de arquitetura em Viena.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG