A cidade mágica da neta de Charlie Chaplin

Aurélia Thierrée está entre amanhã e domingo na Culturgest, em Lisboa, com o seu espetáculo "Les Murmures des Mures", onde o circo se junta à dança, à poesia e à surpresa.

Nesta cidade os muros são indiscretos, o ar pode ser escalado e o céu cavalgado, cada coisa está sempre na iminência de ser outra e dele apenas se pode dizer que é poeticamente inclassificável. Chama-se Les Murmurs des Mures e foi criado por Victoria Chaplin (filha de Charlie Chaplin e pioneira do novo circo) para a filha Aurélia. O Festival de Teatro de Almada trouxe-o pala o palco da Culturgest, em Lisboa, onde pode ser visto entre hoje e domingo, pelas (às 21.30)."A magia, a surpresa e a poesia são o meio pelo qual quero que esta peça chegue às pessoas", diz Aurélie em entrevista ao DN. "Espero por espetadores aberto a tudo o que não sabem, porqueessa é a chave da magia", conclui.

À beleza de Les Murmures... que começa no chão e evolui para os ares há que acrescentar a beleza da protagonista, que herdou o ADN artistico dos Chaplin e, seguramente, encanta qualquer plateia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG